Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Você é Pata ou Galinha?

Olá amigos, o título deste post é estranho, e não estou ofendendo ninguém, mas ora somos Patas ora somos Galinha, qual é a ave predominante em você?
Num pequeno sitio, as galinhas viviam felizes a tranquilas, até que viram o dono do sitio chegar com um monte de patas. As galinhas ficaram muito preocupadas, afinal os ovos de pata são maiores, mais saborosos e, de acordo com estudos científicos, mais nutritivos que os de galinha. Outra questão importante é que a pata bota a mesma quantidade de ovos que a galinha.
Pânico geral no galinheiro, vamos perder mercado para as patas, vamos todas para a panela, foi um desespero só, até que uma galinha teve a ideia de espionar o processo produtivo das patas e tentar melhorar a qualidade de seus ovos.
Passado algum tempo, todas as galinhas estavam ansiosas para ouvir o que o espião tinha a dizer sobre a produção de ovos pelas patas, e ele relata que elas não fazem nada de diferente das galinhas. O desespero toma conta do galinheiro, já acreditando que elas não terão chance contra as patas, quando o espião toma a palavra e diz:
- Não se preocupem minhas amigas, nós temos um diferencial em relação às patas que garantirá nossa sobrevivência.
As galinhas não entenderam como elas poderiam competir com as patas, se perdiam em todas as comparações.
- Minhas amigas, nós cacarejamos quando botamos; as patas não. Diz o espião.
Você deve conhecer muitas pessoas patas, são ótimos profissionais conhecem muito do que fazem você sempre as consulta quando tem alguma dúvida, mas não cacarejam quando botam seus ovos, por outro lado, pessoas galinhas, que não tem tanta competência assim, mas cacarejam quando lhes fazem alguma coisa, que todo mundo fica sabendo da sua eficiência.
No atual mundo competitivo, a disputa por espaço e valorização tem se tornado cada vez mais acirrada, por outro lado, os requisitos pessoais estão gerando uma semelhança no que se refere à capacitação dos profissionais. Conhecer dois idiomas hoje, não é mais diferencial, curso superior, pós-graduação, MBA, etc., não são mais pontos de distinção e sim pré-requisito.
Então como se destacar? Ora encher os pulmões de ar e cacarejar o mais alto que puder. As empresas valorizam a qualidade tangível de seus profissionais, para o preenchimento de uma necessidade, é uma escolha racional, mas como identificar que VOCÊ é a pessoa ideal?
Você tem mostrar a sua MARCA, que é SEU NOME, por exemplo, minha marca é José Antonio Gagliardi, cada atitude minha agrega valor a esta marca, valor positivo ou negativo dependendo do desempenho, e qual o valor desta marca? Ai depende do meu cacarejar.
O cacarejo deste blog, para cada post, além de enviar um email para minha lista, publico também na minha página do Orkut, no Facebook, ainda utilizo os seguintes divulgadores DIHITT, PUBLIB, TEIA e VER comunicando a todos que existe um “novo produto no mercado”, utilizo o Google Analytics para medir a eficiência do cacarejar, através de alguns indicadores que eu criei.
É claro que não basta apenas cacarejar você tem, como disse acima, agregar valor à sua marca. As pessoas tem um conceito sobre você, baseado em seu desempenho no trabalho, em casa e no seu círculo social, se você fizer um cacarejo eficiente, mas o conceito que as outras pessoas têm sobre você é de ineficiência você estará desperdiçando energia.
Então amigos, Vamos refletir sobre as seguintes questões:
- Estamos procurando nos diferenciar dos concorrentes ou somos mais um a cacarejar?
- Estamos cacarejando, para anunciar nossos produtos?
- O cacarejo esta alinhado com nosso desempenho?
- Estamos melhorando nossos indicadores ou apenas cacarejando mais alto?

Um abraço a todos.

José Antonio Gagliardi.

3 comentários:

Alfredo José Franciscatti disse...

Parabéns pelo artigo postado,pois, de forma clara e objetiva demonstrou de maneira sutil e singela uma realidade vivida não somente no âmbito profissional, mas também na vida social e quotidiana que estamos inseridos.

Alfredo José Franciscatti

Júlio César disse...

Estou passando por aqui para dar um olá JGagliardi. Estamos de vez em quando visitando seu blog...muito boa esta da galinha e da Pata.

TEIA disse...

Olá José.
Adorei a forma como você abordou o tema, figura muito bem a realidade,se não "Cacarejarmos",ninguem comprará nosso produto !!!
Parabéns.
Gostaria de falar com você mas farei via email ,pode ser?
Estarei entrando em contato .
Até mais.